• Laís Vargas

Você consegue explicar seu negócio em 140 caracteres?

Atualizado: 26 de Jun de 2018


Pode parecer loucura, mas você já tentou explicar o seu negócio em uma única frase ou até mesmo em um tweet?


Se você nunca tentou, sugiro que abra seu Twitter e explique sua empresa ou ideia para seus seguidores.


Recentemente a rede social do passarinho azul duplicou o tamanho dos tweets - agora são 280 caracteres disponíveis - mas faça o teste pensando no “Twitter raiz”, ok?


Vai lá, é sério!


Vou dar o meu exemplo: como posso explicar o MINIMIZA, empresa que cofundei esse ano? Mas lembre-se que, para definir seu negócio, você precisa falar (não necessariamente nessa ordem):


1. O que você faz;

2. Para quem você faz; e

3. Como você faz.


Então meu tweet seria assim:


“Criamos apresentações sem firulas para empresas, empreendedores e estudantes, tornando a mensagem mais simples e eficaz para sua audiência.”



Fácil, né? Não tanto quanto parece...


Demorei alguns minutos para desenvolver essa frase de 138 caracteres. Depois revisei e pensei novamente alguns dias depois.


Nela deixo claro o que fazemos (apresentações com mensagem clara para sua platéia), para quem fazemos (nosso “3E”: empresas, empreendedores e estudantes) e como fazemos (sem firulas, de forma simples e eficaz).


E por que esse exercício é tão importante?


Já parou pra pensar na quantidade de informação que absorvemos todos os dias? Sem contar o que surge em nossa timeline e você só “passa o olho”.


É fundamental você ter uma frase clara que resume seu negócio, que seja fácil e rápida de entender. Dessa forma, as chances da sua empresa ficar na cabeça das pessoas são muito maiores.


Te desafio a fazer esse exercício! Pode parecer uma tarefa simples, mas muitas vezes não é.

Se você deixar a sua frase nos comentários ou me mandar um e-mail falando sobre a sua empresa, será uma honra conhecer um pouco mais o seu propósito. Não se esqueça de assinar para receber os textos por e-mail toda semana.

Leia esse e outros textos no meu LinkedIn.