• Laís Vargas

Os cursos que fiz sobre LinkedIn e o que aprendi com eles


Foto: Thaís Coutinho


Se você entrou aqui esperando uma fórmula mágica para fazer seu LinkedIn bombar, sinto muito te decepcionar. Eu não tenho essa fórmula.


Ah, você entrou aqui porque posso te fornecer um hack para crescer o número de acessos no seu perfil? Desculpa, também não tenho isso.


Se você está sempre em busca do caminho mais curto, cuidado!


Há 3 meses, no início de maio, eu decidi que o LinkedIn seria o canal de vendas que eu utilizaria para captar clientes para meu novo negócio, o MINIMIZA, minha empresa de apresentações profissionais.


Eu já tinha o perfil na rede há muitos anos e o mantinha atualizado constantemente. Sempre gostei muito do LinkedIn e via nas conexões um grande potencial, mas por alguma razão não havia se tornado minha rede social preferida. Até então.


O primeiro passo foi reescrever meu perfil focando na minha empresa, para que as pessoas conectadas a mim soubessem o que eu faço. Mas não fiquei satisfeita só com isso! Eu não queria ser aquele vendedor chato que só aborda prospects que estão dentro do seu perfil de clientes, sabe?

Meu objetivo era estar mais perto dessas pessoas e entender suas necessidades e, se possível, para que elas mesmo entrassem em contato comigo.

Comecei a 'futucar' o LinkedIn loucamente! Entre um artigo e outro sobre carreira e empreendedorismo, li um artigo do Matheus de Souza que mexeu muito comigo - Vestir a camisa da empresa é legal, mas experimente vestir a sua - e logo me vi devorando um artigo atrás do outro.

Foto: Laís Schulz


Sempre brinco que o (curso do) Matheus mudou a minha vida. E mudou mesmo!


Poucos artigos depois, me vi em seu site comprando o curso "Marketing pessoal e produção de conteúdo no LinkedIn", que é totalmente online e com acesso vitalício. Concluí o curso em menos de 10 dias e foi um belo tapa na cara. Parecia que o Matheus estava gritando no meu ouvido:

"Levanta a bunda da cadeira e começa logo a produzir conteúdo!!!"

Ele não disse isso, obviamente. Não dessa forma. Mas na minha cabeça soou exatamente assim - e por isso usei as aspas :)


Nos dias seguintes me vi lançando o site do MINIMIZA sem entender nada de programação e, alguns dias depois, meu blog pessoal. Depois do curso, entendi que produzir conteúdo era uma forma de entregar valor ao cliente e, quem enxergasse valor no que eu estava escrevendo, poderia contratar os serviços de apresentações do MINIMIZA. Tudo isso pelo LinkedIn!


Eu poderia ter parado por aqui, já que os resultados estavam chegando naturalmente. Mas resolvi continuar e dar um "boost".


O Rodrigo Garçone começou a 'bombar' no meu feed. Todo dia um post diferente e o via muito ativo na rede, sempre trazendo discussões relevantes sobre networking e relações pessoais e profissionais.


Mesmo sem muitos artigos, o Garçone é uma máquina de interação! Via seus posts, comentários e debates com as conexões e fiquei embasbacada com seu crescimento nas últimas semanas.


Por alguma razão, acreditei em seu trabalho e vi a oportunidade de participar da primeira turma do workshop sobre "Imersão em LinkedIn e Networking", ao vivo e online. Ele compartilhou seu mapa mental e fiquei impressionada com a qualidade do conteúdo e a atenção que estava sendo dada para todos os alunos.


Como participante da primeira turma, hoje estou tendo a oportunidade de ter uma mentoria com o Garçone através de webinários exclusivos e um grupo para trocar experiência e tirar dúvidas diretamente com ele.


Fonte: LinkedIn / Upgradio


Além disso, o curso "LinkedIn Power Team", promovido pela sua empresa Upgradio, tem sido uma grande surpresa: a cada semana um módulo sobre LinkedIn e Networking é disponibilizado e o acesso também é vitalício! O Rodrigo tem uma forma super didática de explicar e conta bastante suas experiências pessoais, o que faz com que o aluno crie uma conexão forte com ele.


Agora sim eu parei. Só que não...


Continuo aprendendo com o Matheus de Souza - o considero uma espécie de guru e seus artigos me fazem refletir muito semanalmente - e estou no processo de mentoria com o Rodrigo Garçone - aquele que chamam de "Mestre Jedi do Networking", mas sabia que poderia mais.

Senti falta de algo presencial, onde eu pudesse estar cara a cara com as pessoas.

Desde que passei a me dedicar 100% ao meu negócio, trabalho em casa, então ter contato com profissionais é interessante e preciso buscar constantemente (se você é home office, sugiro que faça o mesmo).


Coincidência do destino ou não, na semana que eu estava pensando em fazer um curso presencial, a Flavia Gamonar - professora, escritora, top voice e dona do segundo maior perfil do LinkedIn Brasil (já são quase 900.000 seguidores) - anunciou uma turma do seu curso Masterclass LinkedIn no Rio.


Essa era a oportunidade perfeita! Poderia trocar ideia com a Flavia e com outros profissionais de diferentes áreas que estavam buscando seu 'lugar ao sol' na plataforma. Fiz a compra do curso enquanto estava em Buenos Aires, onde tirei férias por alguns dias.


O curso presencial foi no último sábado e me senti acolhida no meio de tanta gente legal. A Flavia é uma simpatia e logo entendi seu sucesso estrondoso: ela é humana, gente como a gente, de carne e osso. Mais que isso, ela faz com o coração.

Foto: Thaís Coutinho


Você pode achar clichê ou piegas, não nem aí, porque é verdade! Ter o segundo perfil mais acessado da rede - atrás apenas do gigante Ricardo Amorim - não é pra qualquer um não! A troca foi enriquecedora e se você quer aprender todas as funções do LinkedIn, esse curso é pra você.


Totalmente focado na plataforma, o Masterclass é um intensivão das funcionalidades que o LinkedIn oferece - e eu não conhecia muitas delas. Você já deve imaginar como foi meu domingo, né? Recorri às minhas anotações e fui alterando configurações no meu perfil, além de textos, imagem de capa etc.


O mais legal foi que ganhamos uma foto profissional para colocar no perfil. Eu adorei o resultado e já alterei no meu (obrigada, Thaís Coutinho!).


Mas agora você deve estar pensando: "Nossa, Laís! É muito curso, eu não tenho esse dinheiro!"


Realmente é um investimento considerável em cada curso e eu não acho que você deve fazer nenhuma loucura para pagar cursos loucamente achando que isso será o suficiente para que você comece a produzir conteúdo ou que seu LinkedIn comece a bombar.


Recebo constantemente mensagens no privado perguntando sobre os cursos que fiz - uma das inspirações para escrever esse artigo - e sempre falo que o primeiro passo é começar a produzir conteúdo e se dedicar pelo menos 40 minutos por dia no LinkedIn. Se você manter essa rotina, aí sim faça um curso.


Fiz um curso por mês (maio, junho e agosto), ou seja, me programei financeiramente para isso. Além disso, pesquisei muito sobre cada curso, porque o que é relevante pra mim pode não ser pra você. Mas o que eu quero mesmo dizer é que nada cai do céu. Não tem networking, conhecimento ou artigo que vai fazer você ser relevante no LinkedIn de uma hora pra outra.

É preciso estudar, se capacitar, testar, errar, testar de novo, compartilhar conhecimento, fornecer feedbacks, ouvir feedbacks...

Ao invés de olhar o que os outros estavam fazendo no LinkedIn e tentar copiar, resolvi entender a estratégia deles e o porquê estavam fazendo tudo aquilo. Por isso fui atrás de cursos diferentes com pessoas diferentes entre si; acredito que essa heterogeneidade é fundamental para que você não vicie seu olhar e copie a estratégia de quem você admira.


"Laís, qual curso é melhor?"


Ué, depende! Qual sua finalidade? O que você está buscando no LinkedIn? Qual sua disponibilidade? Vou fazer um resumão com o que achei mais relevante em cada um, ok? Mais mastigado que isso acho que você não vai encontrar em nenhum lugar...


Curso do Matheus:

  • Totalmente online e com acesso vitalício (o Matheus ainda disponibiliza materiais de apoio para estudo e consulta);

  • Foco na produção de conteúdo em formato de artigos e criação de blog pessoal (para não depender de "plataformas alugadas");

  • Reflexão sobre ser uma autoridade em determinado assunto (essa mexeu comigo);

  • Curso compacto e objetivo, você consegue concluir em poucos dias (um pouquinho cada dia).

Curso do Garçone:

  • Webinários exclusivos semanais (e ao vivo);

  • Grupo da turma com a participação do Rodrigo na plataforma Slack;

  • Foco na construção do networking e storytelling em formato de posts;

  • Curso mais extenso, onde os módulos são disponibilizados semanalmente.

Curso da Flavia:

  • Intensivo sobre LinkedIn e suas funcionalidades com uma expert no assunto;

  • Aula presencial, em que a Flavia acessa seu perfil ao vivo e dá dicas enquanto tira as dúvidas em tempo real;

  • Foco na sinceridade em produzir um conteúdo de qualidade sem ser chato ou "forçado";

  • Curso rápido que dura um dia inteiro (e ainda com uma foto profissional para atualizar no seu perfil).

Você fez algum desses cursos ou recomenda outros? Independente de qual curso você faça, acredito muito que buscar conhecimento e se capacitar é fundamental para qualquer profissional que queira ser diferente, dentro ou fora do LinkedIn.

Leia esse e outros artigos no meu LinkedIn.