• Laís Vargas

Não sabe o quê escrever no LinkedIn? Veja os assuntos destacados pelos editores


Foto: Equipe de fotografia do LinkedIn - Dez/2019 @ São Paulo


No fim de 2019 tive a oportunidade de participar do primeiro evento organizado pelo LinkedIn Brasil aos Top Voices e Influencers.


Além do networking e de rever grandes amigos que a plataforma me deu desde 2018 – quando comecei a compartilhar conteúdo regularmente na rede – o Rafael Kato fez uma palestra compartilhando alguns dados superinteressantes.


O Rafael é editor-chefe do LinkedIn para América Latina e Espanha e, em nome da equipe de editores, dividiu com os convidados as Big Ideas 2020:


As Big Ideas são uma espécie de curadoria com os assuntos que estarão em alta ao longo deste ano.

Foto: Equipe de fotografia do LinkedIn - Dez/2019 @ São Paulo


Recebo muitas mensagens de profissionais que não têm clareza sobre o quê falar na plataforma e que tipo de temas abordar, então esse artigo é para te ajudar a criar sua pauta de conteúdo para os próximos 11 meses...


Mas antes de entrar nos principais temas, quero te lembrar de 10 coisas importantes que você precisa ter em mente antes de postar no LinkedIn:


1. Seja você mesmo;

2. Escreva conteúdo agregador;

3. Poste pensando na sua audiência;

4. Evite palavras rebuscadas;

5. Publique diferentes formatos de conteúdo;

6. Não faça apenas posts vendendo seus serviços/produtos;

7. Não envie mensagens privadas como spam;

8. Adicione perfis que estejam alinhados com seu objetivo principal;

9. Não poste e “saia correndo”. Interaja com os seguidores;

10. Seja você mesmo (sim, é bom reforçar o ponto mais importante de todos!).


Fonte: LinkedIn


Agora sim, vamos para as 6 Big Ideas destacadas pela equipe de editores do LinkedIn para 2020:


1. Mudanças climáticas


Não é mistério para ninguém que assuntos que tratam do meio ambiente estão cada vez mais recorrentes. Recentemente vimos o caos na Floresta Amazônia, agora as chuvas torrenciais em Minas Gerais e por aí vai.


Aquecimento global, acordos internacionais e fóruns de discussão do meio ambiente ganharão ainda mais espaço na nova década que se inicia.


Lembre-se: os editores do LinkedIn selecionam, diariamente, assuntos que estão “em alta”. Então você pode – e deve – aproveitar uma notícia e dar sua opinião sobre o tema.

2. Sociedade mais igualitária


Arte: Equipe iigual - inclusão e diversidade


No dia 29 de janeiro comemoramos o Dia Nacional da Visibilidade de Transexuais e Travestis, um passo importante em prol de uma minoria que enfrenta muitos preconceitos.


Recentemente fiz um post no meu LinkedIn onde falei abertamente sobre a minha namorada e, mais que isso, marquei o perfil dela. Para minha surpresa, uma pessoa veio me dar os parabéns pela minha atitude.


Sim, recebi uma mensagem de “parabéns” por ser eu mesma.


Ao mesmo tempo que isso é bizarro, entendo que possa ser um fardo para muitos que não tiveram a mesma sorte que eu: branca, classe média-alta, ensino superior em faculdades particulares, uma família estruturada, pais que sempre me aceitaram e se orgulham de mim, irmãos que sempre estiveram ao meu lado etc.


Mas esse tópico não está limitado ao mundo LGBT: racismo em processos seletivos, candidatos a vagas PCD, machismo, assédio sexual...

Se você está em seu lugar de fala em alguns desses assuntos ou luta por uma sociedade mais igualitária, vai que vai!!!

3. Um novo tipo de empreendedor



Foto: Arquivo pessoal - um dia de trabalho no Club Coworking @ São Paulo


Esse tópico eu poderia ficar horas aqui falando. Ops, eu já faço isso...


Teoricamente sou empreendedora desde abril de 2018, quando co-fundei o MINIMIZA, minha empresa de apresentações. Porém considero que empreendo há anos, mesmo sendo CLT em outras empresas.


Ao falar sobre a minha empresa e dar dicas sobre apresentações no LinkedIn, percebi que minhas conexões gostam quando falo de metas, organização, objetivos da empresa, novos serviços, mindset, minha relação com meu sócio (que é o meu irmão mais novo) e uma infinidade de coisas.


Inclusive foi falando sobre home office e ser officceless que conheci o BeerOrCoffee e iniciamos uma parceria há mais de um ano.

Para 2020, Breno e eu temos como meta trabalhar pelo menos duas vezes por semana juntos, em coworking. Com o BeerOrCoffee conseguimos trabalhar em vários lugares e em diferentes cidades.


4. Saúde mental no trabalho


Com certeza você já ouviu falar que a depressão é a doença do século.


Com ela vieram outras doenças tão perigosas quanto e que surgem no ambiente de trabalho: ansiedade, síndrome de burnout, baixa autoestima, entre tantas outras que ainda estão por vir.


Ao mesmo tempo que falamos sobre a busca do equilíbrio entre vida pessoal e profissional, fica cada vez mais difícil separar o CPF do CNPJ – principalmente quando você é um empreendedor.


“Treine enquanto eles dormem.

Estude enquanto eles se divertem.

Persista enquanto eles descansam.

E, então, viva o que eles sonham.”


Você já ouviu esse “ditado” em alguma página motivacional, certo?

Alguns chamam de disciplina, outros de ambição. A verdade é que eu acredito no equilíbrio disso tudo, pois sem saúde mental não conseguimos absolutamente nada.


5. Valorização do tempo


Nunca me vi como uma pessoa disciplinada – a não ser quando jogava basquete, durante minha infância e adolescência. No trabalho minha sensação sempre foi de comprometimento, não necessariamente ligado à produtividade.


Com o passar dos anos, percebi que a quantidade de e-mails aumentou muito, assim como o número de mensagens no WhatsApp, ferramentas de controle foram criadas e inúmeros conteúdos para consumir todos os dias.


Dessa forma me vi em processo de transformação para ser mais produtiva e aproveitar melhor o meu tempo. Então comecei a compartilhar algumas práticas em meus perfis, inclusive no LinkedIn. Os feedbacks têm sido maravilhosos...



Você tem alguma dica adicional ao que dou no artigo? Talvez seja o momento perfeito para compartilhar com a sua rede algumas de suas práticas ;)


6. Valor do trabalho



Foto: Arquivo pessoal - Nov/2019 @ Times Square, NYC


Acredito que esse tema engloba vários pontos, incluindo alguns já ditos neste artigo como saúde mental no trabalho.


Hoje digo com muito orgulho que tenho flexibilidade total no meu dia a dia e fico feliz em saber que muitos profissionais estão conseguindo essa mesma flexibilidade trabalhando em grandes empresas.


Um dos motivos pelos quais amo empreender é a LIBERDADE.

Descobri que sou mais produtiva durante à noite, então me dou o luxo de trabalhar nesse período e não fazer muito pela manhã... assim como me dou uma segunda-feira de “presente” ou uma sexta-feira livre para viajar.


Tempo é dinheiro mas, com a internet, pra quê vender a sua hora se você consegue escalar? Pense em como conseguir fontes de renda passiva para ter cada vez mais liberdade.

Caso você queira ler o artigo completo com todas as 20 Big Ideas, basta clicar aqui. Ah, não esqueça de compartilhar com a #BigIdeas2020 pro LinkedIn te notar ;)


Qual das 6 “Big Ideas 2020” você curtiu mais?

Esse é o ano que você quer decolar no LinkedIn? Se a sua resposta for sim, conheça o Decola em 30 no LinkedIn e comece agora mesmo a missão de 30 dias!!!

Leia este e outros artigos no meu LinkedIn.