• Laís Vargas

Como aumentei mais de 100% as visualizações do meu perfil no LinkedIn

Updated: Jun 26, 2018


Muitos amigos estão vindo falar comigo via WhatsApp sobre meus posts e artigos no LinkedIn, a maioria muito curiosa em saber porque estou utilizando essa plataforma de maneira tão ativa de uns tempos para cá.


A resposta é bem simples: quero divulgar o trabalho que estamos fazendo com o MINIMIZA, empresa de apresentações corporativas que co-fundei recentemente. Além disso, percebi que esse assunto é pouco explorado, mesmo pelas gigantes do mercado, então resolvi compartilhar meu conhecimento sobre apresentações com minhas conexões.

Acredito que conhecimento não compartilhado é igual guardar dinheiro embaixo do colchão: você não ganha nada fazendo isso, só perde: dinheiro, tempo e, principalmente, grandes oportunidades...

Após fazer o curso online do Matheus de Souza - Marketing Pessoal e Produção de Conteúdo no LinkedIn - me apaixonei por seu estilo de vida! Mas antes de pensar nos próximos passos da minha vida, entendi que é preciso pisar no freio e "começar pelo começo", como diria meu pai :)


Sempre acreditei no potencial do LinkedIn. Vejo que é muito mais que uma rede social profissional, é uma plataforma poderosíssima de contatos, negócios e conteúdo. Perdi a conta de quantas vezes convenci amigos a criarem seu perfil aqui.


Um bom exemplo é de uma amiga que estava desempregada há 8 meses. Quando o desespero bate, tendemos a "atirar para todos os lados". Quando bateu o desespero, ela começou a usar o LinkedIn. Entre um post e outro, viu uma vaga que abriu na empresa dos sonhos. Em seguida, buscou uma conexão que trabalhasse lá e conseguiu uma entrevista para o dia seguinte. Resultado: uma semana depois estava contratada. Depois ela me agradeceu pela ajuda, mas eu não fiz nada. Eu só acreditei no LinkedIn desde sempre!


Mas a reclamação da maioria é a baixa interatividade com os posts.

Muitos se queixam que os likes são baixos comparados aos views. Eu acredito que tudo isso precisa ser construído e criar uma audiência é difícil em qualquer lugar (não só na plataforma) - e o curso do Matheus foi fundamental para ratificar meu pensamento.


Eu separei em 4 grandes "blocos" o que venho estudando sobre esse universo de LinkedIn e aplico diariamente. Com essa rotina, consegui aumentar em 154% as visualizações do meu perfil essa semana, em que - pela primeira vez - ultrapassei a marca de 1.000 views nos últimos 90 dias.


Parte #1- Defina seus objetivos e aonde você quer chegar


Pouco adianta começar a escrever, interagir e solicitar conexões se você não tem o seu objetivo claro na sua cabeça. Você quer encontrar um novo emprego? Quer empreender? Quer prospectar novos clientes para seu negócio? Quer contratar profissionais?


Enfim, seja lá qual for seu objetivo, você precisa saber qual é. Como eu disse no início, meu objetivo é prospectar clientes para a minha empresa de apresentações e me tornar autoridade no assunto. Simples assim.


Em paralelo, você precisa identificar seu público-alvo.


Se o seu objetivo é prospectar novos clientes e sua empresa é do ramo esportivo, você deve se conectar a atletas, jornalistas esportivos e profissionais que trabalham na ESPN, Esporte Interativo, Nike, Red Bull entre tantas outras marcas ligadas a esse segmento.


Parte #2 - Crie um perfil campeão


Não basta colocar as empresas que você passou, os cargos que você esteve e onde conseguiu seu diploma da graduação. O perfil do LinkedIn é muito mais rico e extenso que isso. Mas algumas dicas são fundamentais:

  • Foto de perfil: tenha uma foto! Esse é o primeiro passo. O segundo passo é ter uma foto mais profissional, focada no seu rosto. Esteja vestido adequadamente, de acordo com a sua profissão e nem pense nas fotos que você usa no seu Instagram ou Facebook.


  • Foto de capa: além da sua foto de perfil, essa é a única foto que ficará disponível. Então aproveite para inserir uma imagem que fale um pouco sobre a sua rotina, trabalho ou empresa. Busque fotos em altíssima resolução, os banco de imagens gratuitos estão aí para te ajudar :)


  • Resumo: essa é a parte mais importante e muitos confundem o resumo com o currículo completo. Aqui você deve falar seu propósito, objetivo profissional ou seu cargo atual. Mas não se esqueça das palavras-chave! São elas que fazem com que o seu perfil seja encontrado em pesquisas, então use esse espaço com inteligência.


  • Experiências profissionais: não minta, pois todos estão no LinkedIn e é muito fácil esbarrar com alguém que já trabalhou com você. Foque nas suas conquistas e nos resultados que conseguiu durante o tempo que ficou na empresa X ou Y.


  • Formação acadêmica: limite-se à sua graduação, pós graduação, mestrado, doutarado etc. Cursos de curta duração, por exemplo, devem estar na seção "Conquistas". Evite "encher linguiça" listando cursos livres na seção errada.


Ao final, completando todas as informações, seu painel vai indicar - no lado superior esquerdo - que você tem um perfil campeão ("all-star" para os que usam em inglês). Isso significa que seu perfil vai aparecer em mais pesquisas!


Parte #3 - Escreva com regularidade


Aqui não tem muito mistério. Se você quer ser autoridade em determinado assunto, precisa se posicionar diante de textos e comentários.


Como eu quero ser uma autoridade no mundo das apresentações, me propus a escrever pelo menos um artigo por semana sobre esse tema. O artigo fica aqui e no meu blog também. Mais um ou dois artigos ao longo da semana falo sobre outros assuntos: marketing, carreira, experiências pessoais...


Quando comecei a escrever os artigos, percebi que os posts - aqueles que aparecem no seu feed diariamente e só podem ter até 1.300 caracteres - têm uma interação legal e um grande número de views.


Sem pestanejar, comecei a escrever posts diariamente também, a maioria deles sobre algo da minha vida pessoal, uma situação que aconteceu no dia ou minha opinião sobre algum assunto em alta.


Então minha dica é: escreva quase que diariamente, mesmo que seja apenas um post. Seja o mais sincero possível, conte vitórias e fracassos, quem está no LinkedIn gosta de gente DE VERDADE!


Parte #4 - Faça networking de verdade


Falando em verdade, faça networking pra valer! A rede foi criada com esse intuito, é uma rede social que conecta profissionais e, junto deles, muitos sonhos, experiência, conhecimento e vontade de crescer.


Pouco adianta escrever loucamente e não parar para ler o que o outro está escrevendo.


Acredito que tem espaço para todo mundo! Só precisamos deixar nossa personalidade fluir e cada um terá seu próprio jeito de inserir seu conteúdo no LinkedIn.


Não tem receita de bolo!


Curta e responda os comentários que deixaram no seu artigo ou post. Lembre-se que aquela pessoa investiu um tempo para ler seu texto e escreveu sobre ele, às vezes com um feedback ou uma experiência pessoal super interessantes.


Continue buscando novas conexões, mantenha diálogos via inmail, esteja preparado para os haters e curta os elogios que estão por vir. No final vai valer a pena!

Leia esse e outros artigos no meu LinkedIn.